Photography: O que estou realmente a pagar? // What am I actually paying?

A fotografia é, tal como todos os trabalhos artísticos e criativos, altamente desvalorizada.

Para quem olha de fora é demasiado fácil. Afinal, tudo o que um fotógrafo faz é carregar num mero botão certo?

Errado!

Primeiro há que saber em que botão carregar. É como ter um Ferrari nas mãos e não saber conduzir: serve de quê? Zero.

Depois há toda uma envolvente necessária. Quem vive - ou quer viver - da fotografia não se limita a ser fotógrafo. Passa a ser um empreendedor. Um freelancer. Dono de um negócio próprio. E como qualquer negócio, tenha ele 10 pessoas ou apenas 1, há muita tarefa administrativa diária que tem de ser feita ou corre-se o risco de não conseguir ter clientes.

Exactamente a pensar na dificuldade que quem está de fora pode ter em perceber tudo o que envolve ser fotógrafo independente e viver disso, decidimos fazer este artigo para lhe explicar timtim por timtim o que está realmente a pagar quando investe numa sessão fotográfica - pelo menos connosco. Claro que cada profissional é um profissional e tem metodologias diferentes pelo que apenas podemos falar de nós mesmos, que é a realidade que conhecemos e vivemos na primeira pessoa.

Escrevemos um artigo semelhante mas referente ao serviço de photobooth há umas semanas. Se tiver curiosidade, consulte o mesmo aqui.

  • Antes da reserva

Esta mentalidade de que um freelancer só trabalha quando tem um cliente é completamente irrealista. Isso implicaria que não se fizesse nada e, ainda assim, os clientes chegassem até nós. Quase que caídos do céu.

Considera isso realista? Não o é.

Antes sequer de existir um potencial cliente a entrar em contacto connosco para o pedido de informação inicial, já nós tivemos de andar a criar conteúdo - como por exemplo este que está a ler - de uma forma consistente durante vários meses, a estudar marketing e publicidade e a implementar o que se aprendeu. Já teve de existir uma gestão constante a nível de site e portfólio, presença nas diferentes plataformas digitais tais como redes sociais e todo o planeamento que isso exige para que seja algo consistente, não só a nível de estética mas também de periodicidade. Sem que isto aconteça o cliente nunca saberá que existimos sequer pelo que é um processo importantíssimo se queremos angariar potenciais clientes.

Acima de tudo, já teve de existir uma aprendizagem, não só técnica mas também de competências organizacionais e criativas. É preciso tratar de tudo o que seja seguros de material, finanças, hospedagem de website, licenças dos softwares de edição e por aí vai. Tudo pequenas coisas essenciais e que têm um custo nada baixo, tanto a nível monetário como de tempo investido.

  • A reserva

Aqui investe-se bastante tempo e energia. Até porque fazemos questão de conhecer o nosso cliente de uma forma mais aprofundada para compreendermos se efectivamente somos uma perfect match.

Cada sessão é planeada mediante o cliente em questão. Isso vai afectar, obviamente, a velocidade a que uma reserva é feita. De qualquer das formas, há que redigir cuidadosamente um contracto, dar a conhecer ao cliente todo o processo de reservas e respectivas condições, esperar que o mesmo leia o documento, tire quaisquer dúvidas que entretanto possam surgir, nos envie o contracto assinado e respectivo comprovativo de pagamento do sinal.

A título de exemplo, tivemos recentemente um cliente que nos contactou a 13 de Agosto. Este cliente já vinha decidido a reservar pois já tinha verificado os nossos valores no nosso site pelo que a questão de analisar os packs já nem estava em cima da mesa. A sessão só se deu no último dia do mês.

Este foi um processo que nos levou mais de 15 dias de trabalho, focado neste cliente em específico. Isto porque seria também uma sessão diferente e queríamos adicionar vários detalhes pelo que investimos muito tempo a verificar várias localizações para percebermos onde funcionaria melhor o tipo de registo que era pretendido. Fora isso tivemos ainda que ir às compras buscar os diversos adereços que seriam o complemento perfeito para o objectivo final que se queria atingir e ainda contactar diferentes fornecedores para nos fornecerem alguns destes adereços.

Valeu cada minuto do nosso tempo! E sem dúvida que nos deu imenso gosto fazer esta sessão e planeá-la minuciosamente. Mas como deve calcular, foram muitas horas investidas só na preparação da mesma.

  • Na véspera do dia da sessão

Há que verificar todo o material. Ver se a meteorologia está de acordo com o esperado e, caso não esteja, pensar em 2 ou 3 soluções possíveis para que no dia estejamos prevenidos e a sessão não seja afectada.

É hora de limpar cartões de memória e lentes. Carregar baterias, preparar os diferentes discos externos para se fazer backup imediatamente após a sessão. Verificar se todo o material está operacional e fazer a mala.

  • No dia da sessão

Voltar a verificar o material e garantir que não escapou nada. Ir para o local com pelo menos 1 a 2 horas de antecedência para verificar que as condições essenciais se reúnem e prevenir atrasos. Testar a luz, os enquadramentos e os tons.

Show time! Hora de fazer a sessão. Dependendo do pack escolhido isto pode levar até 2 horas.

Assim que terminarmos, há que voar até casa e fazer backup. Não uma. Não duas. Mas pelo menos 3 vezes!

  • Após a sessão (edição)

Dá-se início ao processo de selecção das melhores imagens. Isto leva em média cerca de 30 a 45 minutos.

Hora de editar tudo

Bem sabemos que existem os famosos «presets» que são, como quem diz, filtros para os programas de edição profissional mas, ainda que exista um filtro base cada fotografia é única e precisa de um cuidado especial. Pelo menos connosco funciona assim. Há sempre algo a aprimorar, sejam sombras, apagar algo que está a poluir a fotografia, mudar tonalidades ou saturação, etc. Portanto, se em média entregarmos 150 imagens, isto é um processo que geralmente nos toma entre 6 a 8 horas. Às vezes mais, dependendo da quantidade de edição que seja necessária e do volume de imagens a entregar.

  • Entrega

Agora que está tudo editado e todos os pormenores foram cuidadosamente tratados, há que entregar o material ao cliente. Isto pode variar muito dependendo do que o cliente reservou.

Pode ser que receba as imagens numa galeria online + link de download via WeTransfer

Pode ser que tenha escolhido ter a galeria online mas receber tudo numa pen USB (adicionar tempo despendido a tratar do envio e respectivo valor dos portes).

Pode ser que tenha escolhido ter galeria online + pen USB + álbum impresso (e neste caso adiciona-se mais 5 a 7 horas de trabalho para a paginação do álbum + tempo despendido a tratar de embalar e enviar o mesmo + portes de envio)

E é isto. Se ficou cansad@ só de ler, não se preocupe, nós também ficámos!

Agora deixamos-lhe aqui uma questão:

Sabe quanto desconta um trabalhador independente para as finanças (em Portugal)?

Provavelmente não, por isso deixamos-lhe aqui uma pequena equação matemática:

15%* (Segurança Social) + 23% (IVA) = 38% !

*estes valores podem variar mediante o escalão em que o profissional se insere.

E o melhor/pior é que mesmo em meses que não tenhamos trabalho/clientes, continuamos a ser obrigados a pagar Segurança Social.

Agora quando reservar a sua sessão, seja connosco ou não, já saberá quanto desse valor será para as finanças e quanto é que realmente vai para o profissional que, não só tem de pagar as contas habituais a qualquer ser humano que queira subsistir, como também tem de garantir que existe dinheiro suficiente para pagar todos os gastos que o permitem continuar a exercer a sua profissão.

E agora deixamos-lhe uma questão ainda mais importante:

Quanto vale para si as memórias da sua família? Do seu amor? Será que podemos pôr um preço nelas?

Photography is, like all artistic and creative works, highly undervalued (at least here in Portugal).

For outsiders it is too easy. After all, all a photographer does is push a button right?

Wrong!

First you have to know which button to press. It's like having a Ferrari in your hands and not knowing how to drive: what good is it? Zero.

Then there is a whole surrounding needed. Anyone who lives - or wants to live - in photography is not limited to being a photographer. You become an entrepreneur. A freelancer. Owner of a business of his own. And like any business, whether it's 10 people or just 1, there is a lot of daily administrative work that has to be done or you risk not being able to have clients.

Just thinking about how hard it is for outsiders to understand everything about being an independent photographer and living on it, we decided to do this article to explain to you step by step what you are really paying for when you invest in a photo shoot - at least with us. . Of course each professional is a professional and has different methodologies so we can only talk about ourselves, which is the reality we know and live in the first person.

We wrote a similar article about photobooth service a few weeks ago. If you are curious, see it here.

  • Before booking

This mindset that a freelancer only works when he has a client is completely unrealistic. That would imply that nothing was done and yet the customers would come to us. Almost fallen from the sky.

Do you consider it realistic? Well, it is not.

Before there was even a potential customer contacting us for the initial inquiry, we had to be consistently creating content - such as the one you are reading - studying months of marketing and advertising. and to implement what has been learned. There has had to be constant site and portfolio management, presence on different digital platforms such as social networks and all the planning that this requires to be consistent, not only in terms of aesthetics but also periodicity. Without this happening the customer will never know that we exist even so it is a very important process if we want to garner potential customers.

Above all, there has had to be learning, not only technical but also organizational and creative skills. You have to handle everything that is material insurance, finance, website hosting, editing software licenses and so on. All essential little things that have a low cost, both in terms of money and time invested.

  • The reservation

Here a lot of time and energy is invested. Also because we make it a point to get to know our client in a deeper way to understand if we really are a perfect match.

Each session is planned upon the client in question. This will obviously affect the speed at which a reservation is made. In any case, you must carefully draft a contract, make the customer aware of the entire booking process and conditions, wait for it to read the document, take any questions that may arise in the meantime, send us the signed contract and proof thereof. of payment of the signal.

As an example, we recently had a customer who contacted us on August 13. This customer had already decided to book because he had already checked our values on our site so the question of analyzing the packs was not even on the table. The session only took place on the last day of the month.

This was a process that took us more than 15 working days, focused on this specific client. This is because it would also be a different session and we wanted to add a lot of details so we spent a lot of time checking multiple locations to figure out where the type of record that was intended would work best. Other than that we had to go shopping to get the various props that would be the perfect complement to the end goal we wanted to achieve and also contact different suppliers to provide us some of these props.

Thanks every minute of our time! And it certainly gave us great pleasure to do this session and plan it thoroughly. But as you must calculate, many hours were spent just in preparing it.

  • On the eve of session day

All material must be checked. See if the weather is as expected and if not, think of 2 or 3 possible solutions so that the day is prevented and the session is not affected.

It's time to clean memory cards and lenses. Charge batteries, prepare different external disks for backup immediately after session. Check that all material is operational and pack.

  • On the day of the session

Recheck the material and ensure nothing has been missed. Go to the site at least 1-2 hours in advance to check that essential conditions meet and prevent delays. Test the light, the frames and the tones.

Show time! Time to do the session. Depending on the pack chosen this can take up to 2 hours.

Once we're done, we have to fly home and back up. Not one. Not two. But at least 3 times!

  • After the session (editing)

The process of selecting the best images begins. This takes about 30 to 45 minutes on average.

Time to edit everything

We know that there are the famous presets that are, as it were, filters for professional editing programs but, even if there is a base filter, each photograph is unique and needs special care. At least with us it works like this. There is always something to enhance, be it shadows, erase something that is polluting the photo, change hues or saturation, etc. So if on average we deliver 150 images, this is a process that usually takes us 6 to 8 hours. Sometimes more, depending on how much editing is required and the volume of images to be delivered.

  • Delivery

Now that everything is edited and all the details have been carefully handled, the material must be delivered to the customer. This can vary greatly depending on what the customer has booked.

You may receive the images in an online gallery + download link via WeTransfer

You may have chosen to have the online gallery but receive it all on a USB stick (add time spent handling and shipping costs).

You may have chosen to have an online gallery + USB stick + printed album (and in this case it will add 5 to 7 more hours of work for the pagination of the album + time spent packing and shipping + shipping)

And this is it. If you got tired just reading, don't worry, we did too!

Now we leave you a question here:

Do you know how much a self-employed discounts for the government (in Portugal)?

Probably not, so we leave you here a small mathematical equation:

15% (Social Security) + 23% (VAT) = 38% of Taxes

And the best / worst is that even in months when we don't have work / clients, we still have to pay Social Security.

Now when you book your session, whether it's with us or not, you'll already know how much it will be for finances and how much it really goes to the professional who not only has to pay the usual bills to any human being who wants to make a living, but also You must ensure that there is enough money to pay all the expenses that allow you to continue your profession.

And now we leave you with an even more important question:

How much are your family memories worth to you? From your love? Can we put a price on them?